Seleção de Nelore iniciada em 1916 pelo Cel. Carlos B. Pereira de Lyra

Nelore Irca

Cronologia 1889 – 1986

~ 1889
Fundação da Fazenda Guanabara, município de União dos Palmares – AL por Dr. José da Rocha Cavalcanti, pai (Dr. Juca), com a compra que fez ao seu irmão Pedro da Rocha Cavalcanti do Engenho Guanabara.

~ 1893
Fundação da Usina Serra Grande, município São José da Lage, pelo coronel Carlos Benigno Pereira de Lyra.

~ 1916
O Cel. Carlos B. P. de Lyra, bisavô do atual criador do Nelore Irca, compra no Triângulo Mineiro ao Cel. José Caetano Borges e a outros, cerca de quarenta cabeças de gado puro sangue Guzerat e Nelore. A chegada do gado em Recife a 3 de setembro de 1916, a bordo do vapor Itatiba, inaugura o novo porto do Recife, foram passageiros do vapor acompanhando o gado o Sr. Cel. Virmondes Borges e dois irmãos seus, proprietários da Fazenda Cascalho, principal vendedora do lote. Iniciando a sua criação dessas duas raças. Adquiriu nos anos seguintes outras partidas de gado Zebu puro sangue, inclusive do importador Leopoldino de Oliveira, dez cabeças de gado importado da Índia.Nesta época iniciou pelo Diário de Pernambuco, jornal de sua propriedade, uma intensa campanha em favor do Zebu para todo Nordeste.

~ 1919
Dr. José da Rocha Cavalcanti, filho (Dr. Juquinha), herdeiro da Fazenda Guanabara, no município de União dos Palmares, Alagoas, adquire o garrote puro sangue da raça Nelore, de nome Pampa POI conhecido por Monte Branco, ao seu sogro, Cel. Carlos B P de Lyra, por três contos de réis.

~ 1938
Dr. José da Rocha Cavalcanti, Filho (Dr. Juquinha), compra do Dr. Otávio Ariani Machado da Bahia, dois touros, Rajá I OM e Penedinho OM, e dez novilhas Nelore, todos descendentes do touro Cacique e da vaca Aracy, importados em 1906, um dos raros importados, com certificado de pureza do Governo da Índia. Tendo esta vaca, a pedido, vindo enxertada de um touro do governo Indiano, que aqui deu cria , nascendo a vaca Itabira OM de pelagem vermelha. Essa importação de 1906, foi promovida pelo então Ministro da Agricultura, Miguel Calmon du Pin e Almeida. Sobressaindo Rajá I OM- RG 1001, imprimindo uniformidade no conjunto das características econômicas e raciais na sua progênie.
Foi o primeiro registro genealógico (RG 1001) feito pela Sociedade Nordestina de Criadores que representava a Sociedade Rural do Triângulo Mineiro, abrindo assim a série do Nordeste.

Vacas de Criação de Dr. Otávio Machado

Compradas em 1938

Austrália OM – Nascida em 1937 – Morreu em 1952 – Branca–Pigmentação padrão, grande garupa alta, orelhas um pouco pesadas. BOA DE LEITE. Teve: 8 bezerros entre 1941 e 4/4/1952; incluindo Brasileira 7431; Camponesa 7450; Edna 7444 (todas filhas de Rajá I OM)

Avenida OM – Rg 7436 – Nascida em 1937 – Morreu em 3/10/58, vermelha uniforme, grande, muito bem caracterizada, pigmentação padrão. Teve 11 crias entre 1940 – 24/12/53, incluindo Bombaim (nascido, em 22/05/45 filho de Rajá I O. M., Campeão alagoano 48); Argélia 7435 (manchada de vermelho, filha de Rajá I OM) nascida em 08/06/44; Galera Irca 7447 (manchada de vermelho, filha de Rajá I OM) nascida em 5/10/49; Império, nascido em 18/11/51, campeão pernambucano de 1956 (filho de APIS).

Odália OM – Nascida em 1937 – Morreu em 18/01/51. Branca, pigmentação padrão, grande, bem caracterizada teve 7 crias entre 06/08/41 e 19/11/48; inclusive; Alteza Irca 3405 (filha de Rajá I OM, mãe de Faraó Irca) nascida em 6/8/41; Bataclan Irca 7441 ( filha de Rajá I OM e mãe de Ducal Irca), nascida em 07/11/44; Cravineira Irca 7429 ( filha de Rajá I OM) nascida em 09/10/45; Francesa Irca 7430 (filha de Rajá I OM) nascida em 19/11/48; Odália II Irca (filha de Jacuí do Itaí) nascida em 04/10/47.

Ipiranga OM – Nascida em 1937 – Morreu em 1949, cinza claro, pigmentação padrão, caracterização média. Teve 7 crias entre 1940 e 20/12/48. Incluindo: Caravana Irca (filha de Rajá I OM) nascida em 21/10/45; morta em 1951: Divina Irca (filha de Rajá I OM) nascida em 05/01/47.

Itaparica OM – Rg 3406 – Nascida em 1937 – morreu em 26/12/1958. Branca amarelada, muito bem caracterizada, pigmentação padrão, BOA DE LEITE. Teve 7 crias entre 1940 e 11/11/54, incluindo: Cigana Irca – 7445 (filha de Rajá I OM) nascida em 09/03/46; Galés Irca – 3420 (vermelha – filha de Rajá I OM) nascida em 22/11/1949 ; Afamado Irca (vermelho – filho de Famoso) nascido em 11/11/54.

Itararé OM – Nascida em 1937 – Morreu em fevereiro de 1959. (vermelha uniforme, caracterização muito boa) teve 13 crias entre 1940 e 26/11/1957 incluindo Itabaré Irca (cinza vermelho filha de Penedinho OM e Mãe de Rajá II) nascida em 1940; Birmânia IRCA 66 (filha de Kant OM) nascida em 28/12/54; e Diana Irca (vermelha, filha de Kant OM) nascida em 06/05/57.

Pacira OM – Nascida em 1937 – morreu em 04/10/47 (parto) cinza branca pigmentação padrão, missorada. BOA DE LEITE teve 6 crias entre 1941 e 04/10/47, inclusive: Nobreza Irca – 7432 ( filha de Rajá I OM) nascida em 08/11/43; Bazurka Irca – 7434 ( filha de Rajá I OM) nascida em 21/01/45; Caçula Irca (nascida em 10/03/46; e um par de gêmeos machos em 04/10/47.

Guarabira OM – Nascida em 1937 – morreu em 20/07/1947 (açougue), branca, pigmentação padrão, caracterização fraca. Teve 3 crias entre 1940 e 1942.

Ostrúlia OM – Nascida em 1937 – morreu em 20/07/1947– branca pigmentação padrão, caracterização boa, bem feita teve 3 crias entre 1940 e 1943 ( todas filhas de pai Indubrasil).

Aurora OM – Nascida em 1937 – morreu em 05/05/49 – branca, pigmentação padrão, caracterização média. Teve 5 crias entre 1940 e 18/12/1948 incluindo Columbina Irca – 3415 (filha de Rajá I OM) e Fada Irca – 3408 (filha de Jacuí do Itaí ).

~ 1946
Os irmãos Fernando e Carlos, aconselhados por Dr.Epitácio Pessoa Sobrinho, grande zootecnista, foram a Fazenda Cruzeiro do Sul, do Dr.Sergio da Rocha Miranda, que detinha na época o que de melhor existia do saudoso Cel Pedro Marques Nunes, um dos precursores da Raça Nelore no Brasil. De lá trouxeram, cinco novilhas Nelore e o touro Jacuí do Itaí – RG 1006, cujos pais eram netos de Marajá RG 12, famoso touro importado em 1930 por Francisco Ravísio Lemos e Manoel de Oliveira Prata, por encomenda de Pedro Marques Nunes. Este touro é considerado um dos pilares da raça Nelore no Brasil.
Rajá I OM -RG 1001 foi o Grande Campeão da Raça e o Melhor Progênie de Pai na Exposição Nordestina em Recife-PE, no ano de 1946.

Vacas de Criação de Dr.Sergio da Rocha Miranda

Compradas em 1946

Itapema do Itaí – 7485 – Nascida em 23/09/1943 – morreu em 15/09/1962 – cinza clara, caracterização regular, um pouco missorada. Neta do importado Rajah 14. Teve 11 crias: entre 10/08/1947 e 04/03/1961, inclusive Famoso Irca – 859 (filho de Rajá I OM) e Guanabara Irca – 3400 (filha de Jacuí do Itaí).

Imbuia do Itaí – 3092 – Nascida em 11/10/1943 – morreu em 20/11/1963. Branca, pigmentação padrão, caracterização regular. Neta do importado Rajah 14. Teve 9 crias entre 27/10/47 e 05/11/61.

Itatinga do Itaí – 3093 – Nascida em 10/07/1943 – morreu 22/09/1962. Cinza, caracterização fraca. Neta do importado Rajah 14 e bisneta do importado Marajah 12. Teve 9 crias entre 11/08/47 e 24/07/58.

Jacy do Itaí – Nascida em 10/05/44 e morreu em 06/02/65. Branca, boa caracterização, pele e mucosa róseas, grande, teve 12 crias entre 22/10/47 e 27/01/62, inclusive: APIS Irca (nascido em 22/10/47, filho de Rajá I OM ); Faceira Irca – 4446 (mãe de Eros Irca, Índia Irca e filha de Rajá I OM). nascida em 03/10/48; Galba Irca (pelagem rósea – filha de Jacuí do Itaí) nascida em 22/12/49; Itaí (despigmentada, filha de Jacuí do Itaí ). Nascida em 5/11/50; Jamaica Irca – A 3416 (filha de Rajá II Irca nascida em 20/02/53 Arakém Irca (o bezerro nascido mais pesado no gado Irca, 49 kg) filho de Rajá II Irca; Falca IRCA – 368 (filha de IRAK OM – 1047) nascida em 08/10/59. Excelentes produtos com Rajá I OM, Rajá II Irca e Irak OM. Não produziu bem com Jacuí do Itaí e Kant OM.

Jupira do Itaí – Nascida em 29/08/44 – morreu em 1960. Branca, caracterização fraca (chifres grandes e grossos), grande, teve 6 crias entre 16/10/47 e 05/04/58 quase todos machos.

~ 1946
Os irmãos da Rocha Cavalcanti viajam para os Estados Unidos, onde permanecem por dois anos estudando. Fernando na Universidade da Califórnia em Berkeley e Carlos em Baton Rouge fazendo alguns cursos relacionados à zootecnia na Louisiana State University.

~ 1947
Conquistam um Primeiro Prêmio com Rajá I OM, Campeonato da Raça Nelore com Bombaim Irca e Primeiro Prêmio com Bataclan Irca, na 3a Exposição Pecuária de Maceió, AL.

~ 1949
Neste ano, os irmãos Rocha Cavalcanti, adquirem do rebanho puro, da Usina Serra Grande,Al, iniciado pelo Cel Carlos B P Lyra, sete vacas Nelore entre umas 70 que ainda existiam. Dessas sete, sobressaíram por sua produção:

Ibérica CPL – 4442 – Nascida em 1944. Branca, caracterização boa, pigmentação padrão. Na fazenda teve 6 crias.

Cabrinha CPL – 7433 – Nascida em 1943. Branca, ótima caracterização, pigmentação padrão. Na fazenda teve 6 crias entre 12/01/51 e 30/08/58.

~ 1953
Os Irmãos Rocha Cavalcanti voltaram à Bahia e adquiriram do Dr. Otávio Machado o touro Kant OM P-168 RG 1015 filho do Provedor OM RG 520 e Pinheirinha OM 168 neto de Tank OM. Kant OM P-168 RG 1015 ganhou três importantes campeonatos: Campeão da 9ª Exposição de Alagoas, Campeão e Melhor Progênie de Pai da 13a Exposição Nordestina, Recife- PE.
Recebem o prêmio de Melhor Conjunto da Raça Nelore, na 7ª exposição de Alagoas, com os animais Jacuí do Itaí RG 1006, Granada Irca -RG 7449, Graciosa lrca RG 3082, e Apís Irca 88. Iniciaram o registro genealógico sistemático do rebanho IRCA com a ida à Alagoas da comissão técnica chefiada por Geraldino Tito Rodrigues da Cunha.

~ 1954
Decididos a reunir o que existia de melhor na raça Nelore do Nordeste, os irmãos Rocha Cavalcanti adquiriram do Dr. Lauro Borba cinco fêmeas da cabeceira de seu rebanho, fêmeas estas descendentes do rebanho da Fazenda Indiana-RJ, entre elas Tací e Andaluza II sobressaíram em sua produção.

Andaluza II – 3419 – Nascida em 12/07/51 – filha de Braspec da Indiana RG 1002 e Andaluza RG 3037. Cinza, missorada, caracterização regular, pele preta. Na fazenda teve 5 crias entre 1955 e 23/09/1958 incluindo Bermuda IRCA 102, nascida em 05/01/56 filha de Rajá II Irca). Catalunha IRCA 165, nascida em 27/11/56 (filha de Rajá II Irca). Danuza IRCA 213, nascida em 18/10/57 (filha de Kant OM).

Cupira II – 3437 – Nascida em 10/04/53. Branca, caracterização regular, missorada. Teve 2 crias 31/03/59 e 15/10/62.

Cupira III – IRATI – 3007 – Morreu em 1965 . Branca, boa caracterização, pigmentação padrão. Na fazenda teve 6 crias entre 11/10/56 e 06/01/63.

Tacy – Grande Campeã da Raça Nelore na 13a Exposição Nordestina, Recife-Pe.

~ 1953
Adquire ao Dr. Otávio Machado o touro Irak OM I -278 -RG 1047, filho de Indupam OM, neto do Capemerim II. Conquistam o Campeonato da raça Nelore nas Exposições Nordestinas de Recife- PE e Salvador- BA com o touro Rajá II Irca RG 857, grande campeão da raça Nelore, considerado o mais bem caracterizado entre todos os animais presentes na exposição. Os Irmãos Rocha Cavalcanti recebem ainda o prêmio de Melhor Conjunto da Raça Nelore composto por Índia Irca, Ilíada Irca, Indiana Irca e Império Irca. Índia Irca sagra-se Campeã da Raça Nelore nesta mesma Exposição

~ 1955
Aquisição do touro ldeal OM F-62 RG 1046, filho de Febo OM, neto de Indupam OM.

~ 1956
Conquistam o Grande Campeão da Raça Nelore com Kant OM P-168 na 9a Exposição Pecuária de Maceió-AL.
Adquire ao Dr. Otávio Machado, mais cinco novilhas filhas de Tank OM e Indupam OM, consangüíneos do POI Capemerim II descendente do casal importado em 1906, Cacique e Aracy.

Gado de Criação de Dr. Otávio Machado, comprado em 1956

Sumatra OM I-131 – 3491. Filha de Indupã OM 558 e Nancy OM 131-2314. Nascida em 1954. Branca, ótima caracterização, pigmentação padrão. Teve 5 crias de 22/10/57 a 18/12/62. Inclusive. Dalmata IRCA 214,nascida 22/10/57 (filha de Kant OM mãe de Honor Irca) e Irajá IRCA 652 nascida em 18/12/62, (filha de Kant OM).

Sapucaia OM F-189 – 3602. Filha de Febo OM. Cinza clara, caracterização regular-fraca (orelhas pesadas), pigmentação padrão. Teve 5 crias de 02/11/58 a 10/10/62.

Suraia OM P-12– Nascida em 1934. Filha de Provedor OM 520 e Mimosa OM 12 – 2361. Prateada (cinza claro), boa caracterização, pigmentação preta, grande. Teve 4 crias entre 04/11/57 e 02/10/62.

Samambaia OM H-20 – Filha de Honesto OM e Boemia OM 20 – 2338, neta de Cacique OM 93. Branca, boa caracterização, pigmentação padrão. Teve 3 crias entre 25/11/59 e 4/11/62, inclusive Iguano IRCA 630 (nascido em 04/11/62 filho de Kant OM)

Sumba OM I-15 – Nascida em 1954. Filha de Indupã OM 558 e Tapuynha OM I-15 – 2357. Branca, caracterização extraordinária, pigmentação padrão; desmamava sempre bezerros excelentes em caracterização. Tinha uma Habilidade Maternal comprometida, seus filhos desmamavam leves. Teve 7 crias 02/11/1956 e 17/02/62 (muito fértil); inclusive Eglon IRCA 339 nascido em 22/03/59 (filho de Kant OM).

~ 1957
Conquistam o Grande Campeonato da Raça Nelore e Melhor Progênie de Pai com o reprodutor Kant OM P-168 na 17a Exposição Nordestina de Animais, Recife,Pe.
Conquistam o Campeonato Junior com a fêmea Cadorna Irca 163 e Campeã Sênior com Bambina Irca na 24a Exposição Nacional, Salvador-BA.
Conquistam o Prêmio de Melhor Conjunto da Raça Nelore com Rajá II Irca, Graciosa Irca, Faceira Irca e Ilíada Irca na 16a Exposição Estadual de Animais –Salvador,BA.

~ 1958
Bambina lrca-83 sagra-se Grande Campeã da Raça Nelore na 18a Exposição de Animais e Produtos Derivados, Recife-PE.
Conquistam o Prêmio de Melhor Conjunto da Raça Nelore com Rajá II Irca RG 857, Cupira II Irca, Bambina Irca, Bizantina Irca e Condado Irca, na 10a Exposição de Maceió,AL.

~ 1960
Carlos da Rocha Cavalcanti adquiri do Dr. Otávio Machado o touro Jaspe OM T-50 22 -RG -1116, grande raçador, último filho da grande matriarca – Chapéu de Banda OM 50, descendente do POI Capemirim lI, primo de Kant OM. Observa-se aí a preocupação do criador em manter o aperfeiçoamento das características econômicas da raça procurando oferecer reprodutores mais homozigotos e por isso, prepotentes na transmissão dessas características.

~ 1965
Carlos da Rocha Cavalcanti transferiu a sua organização e criação para a Bahia, onde manteve, continuando o programa de melhoramento genético, iniciado juntamente com seu irmão Fernando, a Guanabara F.G., em Ipecaetá, no estado da Bahia, que prolongou, naquele Estado, de tantas tradições pecuárias, a Guanabara Irca de Alagoas.

Conquistou o Campeonato Sênior com a matriz Garanhuns Irca – RG B 3991 e Reservada Campeã Sênior com Faiença Irca – RG B 3950, na 23a Exposição de Salvador,BA.

~ 1967
Conquista o Campeonato Junior Maior e Melhor Progênie da Raça Nelore com Haltere Irca na 2a Exposição da Amazônia em Belém do Pará.
Conquistou o Primeiro Prêmio na mais numerosa categoria de Registrados Nelore, com Jequí Irca, propriedade de Da. Deborah Brenand.
Conquistou o troféu de Campeão Touro Maior, com Jaspe 44 da Guanabara, na Expo-Dracena, SP, de propriedade de Dr.José Eugenio Resende Barbosa.
Conquistou o Campeão Sênior da Raça Nelore em renhida disputa, na Exposição de Paragominas, Pa. obtido por Javanez Irca, pertencente ao Dr.Leote Piqueira.
Conquistou o Primeiro Prêmio e Reservado Campeão em Alagoas, com Berílio da Guanabara.
Os irmãos Rocha Cavalcanti nas décadas de 50 e 60 estiveram presentes com o plantel “lrca”, e foi premiados diversas vezes nas principais Exposições Regionais e Nacionais, dos estados de Pernambuco, Alagoas e Bahia.

~ 1971
Aquisição do touro Bhodal C- 59, RG 1316, (importação Veríssimo Costa Jr.). Este touro foi escolhido porque, além de ter uma conformação moderna, sagrou-se Campeão de Desenvolvimento Ponderal, entre todas as raças, na 37ª Exposição Nacional de Uberaba -1971.

~ 1973
Este incremento ficou comprovado quando, em 1973, seu filho Bhodal 665 da Guanabara, RG 5933 sagra-se campeão de ganho de peso dentro da raça Nelore e entre todas as raças participantes na Prova Oficial de Ganho de Peso de Uberaba – realizada entre 5/6/73 a 7/11/73 – com a marca inédita de 1.300 g/dia de ganho em prova oficial. Tornando-se assim recordista nacional de ganho em provas oficiais.

~ 1974
No ano seguinte este filho de Bhodal C-59 repetiu o feito do pai sagrando-se Campeão de Desenvolvimento Ponderal entre todas as raças zebuínas na 40ª Exposição Nacional de Uberaba – 1974.

~ 1976
Fundação da Fazenda Vale Verde, no município de São Miguel do Araguaia, em Goiás. Dando continuidade a seleção Irca em terras goianas.

~ 1986
Com o falecimento de seu pai Carlos, José da Rocha Cavalcanti, engenheiro agrônomo, representando a quarta geração de criadores de Nelore IRCA, assume os trabalhos de seleção dando continuidade a filosofia de seus antepassados. O objetivo de buscar através de uma seleção criteriosa, com ênfase na formação de linhagens, a maneira de concentrar as qualidades produtivas desejáveis, proporcionando uma maior prepotência genética na transmissão dessas características de relevância econômica.